Com forte demanda por touros avaliados, Girolando abre inscrições para Teste de Progênie

Girolando | 18 de maio de 2012

Responsável por 80% do leite produzido no Brasil, a raça Girolando precisa ampliar o número de touros geneticamente avaliados para garantir o avanço genético do rebanho leiteiro do país. Atualmente, a principal ferramenta de avaliação é o Teste de Progênie, que só este ano vai distribuir gratuitamente 11 mil doses de touros integrantes do 13º grupo da prova.

Apesar de representar um aumento de quase 30% em relação ao grupo anterior, a quantidade de doses ainda está abaixo da demanda. Para o 14º grupo, a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando decidiu aumentar o número de vagas do Teste de Progênie. Serão oferecidas 45 vagas, sendo seis para animais de grau de sangue ¾, e o restante para touros 5/8 e P/S (Puro Sintético).

As inscrições já podem ser feitas. Basta retirar a ficha de inscrição no site da Girolando (http://www.girolando.com.br/site/progenie/index.php) e enviar para a sede da entidade, em Uberaba (MG). Os touros inscritos passarão por uma avaliação para verificar se estão dentro das exigências do programa e, caso sejam aprovados, terão o sêmen coletado e distribuído aos rebanhos colaboradores do Teste de Progênie.

Além de Minas Gerais, outros oito estados concentram rebanhos colaboradores do Teste de Progênie. São eles: Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão e Espírito Santo. No ano passado, 155 rebanhos receberam 8.592 doses de sêmen de 19 touros do 12º grupo do Teste de Progênie, sendo 12 touros 5/8 e 7 touros ¾.

“Os dados de produção das matrizes dos rebanhos colaboradores são cadastrados no banco de dados da Girolando e, posteriormente, são enviados à Embrapa Gado de Leite para a realização das avaliações genéticas dos touros. Em média, o tempo gasto para avaliar um animal pelo Teste de Progênie é de seis anos.”, explica o coordenador Operacional do Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando, Marcello Cembranelli. Para cada fêmea do rebanho, o produtor recebe duas doses. Para testar apenas um touro, são necessárias 220 fêmeas.

Atualmente, 57 reprodutores estão em teste, integrantes do 8º ao 12º grupo, além dos 28 animais que começarão ser avaliados este ano. Durante a MEGALEITE 2012, será lançado o Sumário de Touros 2012, com as avaliações dos reprodutores dos sete primeiros grupos. O sumário, que este ano será trilíngue para atender o mercado internacional, trará, entre outros dados, sete marcadores moleculares, quatro associados à produção de sólidos no leite (gordura e proteína) e três associados à doenças hereditárias.

Fonte: Site Girolando

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Fazenda Rromy: 50% Menos Tristeza e Controle de Carrapatos com Ectrol MD

    A Revolução da Pecuária Regenerativa: O Papel Transformador da Real H

    Nova Linha H Tech Real H | Conhecendo Alguns Produtos

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!