Como identificar se a saúde do casco não vai bem? Parte I

Guia de Doenças | 15 de fevereiro de 2017

Nos sistemas de produção de leite em qualquer enfermidade nas vacas em lactação o primeiro sinal é a queda na produção de leite. A vaca precisa de conforto, boa alimentação e bom manejo sanitário para manter a saúde em dia e por sequência, a boa produção de leite.

Desta forma, via de regra, uma vaca com queda na produção de leite nos chama a atenção, pois ali pode estar se instalando uma enfermidade, dentre muitas, os problemas de casco se destacam.

Como identificar?

Importante estar com o olho vivo diariamente a forma que as vacas se locomovem, a um pequeno sinal de claudicação (manqueira), desconforto ao se levantar e/ou dificuldade de manobras. Com isso, podemos identificar algum problema nos cascos dos animais e agir rapidamente.

Pelo menos uma vez por semana é importante aferir o que chamamos de Score de Locomoção, como visto na figura abaixo:

Cascos.Score

Score 01: vaca se movimenta bem, come bem e não há perda de produção, note que a linha da lombar e retilínea.

Do Score 02 ao 04: Vaca vai se curvando gradativamente, isso indica que o grau de lesão ou desconforto nos cascos vão aumentando.

Score 05: lesões e desconfortos muito graves, às vezes o animal não se recupera mais e vai para o descarte.

Quais as consequências do descuido com a saúde do casco da vaca de leite?

A primeira, como já dito, é a queda na produção de leite. Isso se dá por fatores básicos como:

  • Se a vaca tem dor nos cascos, ela fica menos tempo de pé se alimentando. Diminuindo a ingestão de alimentos (matéria seca), a queda na produção de leite é diretamente proporcional.
  • Vacas com cascos instáveis tem por costume (forçado) de manterem-se mais deitadas, isso as expões por mais tempo a situações de desconforto como, lama, calor excessivo e umidade, desafios ambientais que colocam os animais em maior risco de contrair outras doenças como, mastites e pneumonias.
  • Animais que reduzem a ingestão de alimentos, entram em um nível alto de estresse e desafio do sistema imune, assim são mais susceptíveis a outras doenças e agravamento dos distúrbios podais.

No quadro abaixo, existe uma correlação de Score de Locomoção x Ingestão de Matéria Seca x Impacto na produção diária de leite:

Observe, quanto maior o problema nos cascos, maior o Score de locomoção, por vezes, elas comem menos e refletem diminuindo o volume de leite. Impacto econômico direto.

Observe, quanto maior o problema nos cascos, maior o Score de locomoção, por vezes, elas comem menos e refletem diminuindo o volume de leite. Impacto econômico direto.

Na próxima semana, vamos dar continuidade ao assunto falando sobre quais são os fatores e condições de manejo contribuem para o equilíbrio da saúde do casco, qual a relevância da nutrição na qualidade e na saúde do casco e como a homeopatia pode ajudar.

Referências:

Steven L. Berry, DVM, MPVM. Locomotion Scoring of Dairy Cattle. University of California, Davis, CA with adaptations from Nigel. B. Cook,University of Wisconsin – Madison And Zinpro Corporation, Eden Prairie, MN

P.H. Robison, University of California, Devis CA.

 *Ricardo Melotti é médico-veterinário e gerente técnico na Real H Nutrição e Saúde Animal.

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Institucional Real H 2024 (Completo)

    Entrevista Nair Furrer Matos

    Produtores de Leite das Alagoas Visitam Grupo ACP Filhos e Netos

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!