Controlou a Sodomia no Confinamento com o Sodo 100 da Real H

Sem categoria | 24 de março de 2022

Um dos destaques do programa Pecuária Forte exibido no último sábado, 19 de março, foi o Caso de Sucesso do sr. Vanderlei Bertoncelli, pecuarista e empresário do ramo frigorífico que confina machos inteiros e que obteve ótimos resultados em seus criatórios, como é possível acompanhar na reportágem em vídeo no final dessa matéria.

Sodomia

Pecuaristas mais experientes sabem que a sodomia causa muitos prejuízos. Também conhecido como trapa-trepa, monta-monta, o desvio de comportamento está quase sempre atrelado a algum tipo de estresse. Conversamos com o pecuarista e empresário Vanderlei Bertoncelli para saber sobre as vantagens de utilização do Sodo 100 em seu rebanho, trazendo vantagens como pecuarista, uma vez que o produto deixa os animais mais tranquilos, sem o trepa-trepa, sem risco de os animais se machucarem, quebrar cerca, cocho ou qualquer outra estrutura do confinamento; e para o empresário, dono de frigorífico também, uma vez que a tecnologia Real H é 100% segura, sem qualquer riscos de apresentação de resíduos na carne.

Entrevista

O Frigorífico Frigo Vale fica em Chopinzinho, no Paraná. Lá, rodeado da forte estrutura do frigorífico, entre caminhões para transporte de animais e carretas para transporte de carne, o sr. Vanderlei abre um espaço em sua agenda para conversar com a nossa equipe numa tarde atarefada de fevereiro.  Alguns minutos de bate papo e descobrimos que sua história de sucesso envolve a paixão da família pela pecuária, o que vem de longa data.

Sr. Vanderlei: “A ligação da nossa família com a pecuária é bem longa. Eu nasci em 66, o meu avô, antes disso já tropeava em comitivas pela estrada aí, transportando gado, a cavalo naquelas épocas. E se transformou em açougue em 1965, com meu pai. Meu avô faleceu e então fomos plantando essa semente que o sudoeste do Paraná conhece a nossa história. E então, em 2004 começamos a abater animais aqui no frigorífico numa escala maior. Graças ao apoio dos pecuaristas mesmo. Sabe, a gente tem um respaldo muito grande do produtor.  Depois as coisas tomaram um vulto que, mesmo trabalhando para isso, não sabíamos que ia chegar nessa estrutura, mas, sempre trabalhamos pensando no futuro de família. O que acabou se transformando em algumas propriedades no leito do Rio Iguaçu, que é uma bacia que hoje tem uma quantidade muito grande de animais, por apresentar um terreno mais “dobrado”. Tanto que hoje nó transformamos o Frigorífico Bertoncelli em Frigorífico Vale do Iguaçu, pelo suporte que a gente tem na região.

Vanderlei enviou para a nossa equipe uma série de imagens filmadas em suas fazendas, que demonstram a mansidão dos animais, boa parte deles machos inteiros. Sem correria na hora do manejo e sem estresse dentro do confinamento, e tem animal tão calmo que até se deixa ser apalpado. Boa parte disso se deve ao manjo caprichado do pessoal, mas, o Sodo 100, medicamento homeopático da real h que calma os animais e evita a sodomia, também faz toda a diferença nesse manejo.

Sr. Vanderlei: “Os nossos animais vem consumindo os produtos da Real H desde 2015, quando a gente optou, porque a gente vinha engordando boi em sistema de pasto, castrava os animais e, quando nós transformamos em engordar boi confinado, ou boi inteiro, ou touro, como todo mundo conhece, a gente começo a usar o produto Real H nos confinamentos para dar o suporte necessário e que a gente queria uma tranquilidade para o animal. E a Real H se encaixou perfeitamente até hoje, que nós conseguimos dar uma tranquilidade nos nossos animais que, o que o produtor quer é que o boi coma, engorde e durma, né. E é ao que a Real H proporcionou nos nossos animais. A grande diferença do animal abatido inteiro é que ele deve ser acabado em sistema de confinamento pra ele poder colocar a cobertura, gordura, que hoje a gente não come, mas ele tem que ter cobertura. E o boi inteiro engordado a pasto a gente hoje já nem pode comprar para abater porque ele não dá a qualidade de carcaça. Ele dá um ganho de peso, eu acho, num chute, agente tem números disso, acima de uma @ por boi se você deixar ele inteiro e acabar ele no confinamento, sai um boi perfeito, que os nossos clientes querem. E o boi engordado a pasto, castrado, a diferença de peso é muito grande. Ele perde. Por isso que a gente usa o produto da Real H.

“A grande diferença do animal abatido inteiro é que ele deve ser acabado em sistema de confinamento pra ele poder colocar a cobertura…”

Assista a matéria completa abaixo:

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Fazenda Rromy: 50% Menos Tristeza e Controle de Carrapatos com Ectrol MD

    A Revolução da Pecuária Regenerativa: O Papel Transformador da Real H

    Nova Linha H Tech Real H | Conhecendo Alguns Produtos

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!