Engorda de bovinos usando milho inteiro traz resultados na Estância Monza

Confinamento | 24 de fevereiro de 2016

Muitos pecuaristas já descobriram os benefícios de engordar o rebanho usando milho inteiro. O Marcelo de Rosso, da Estância Monza em Campo Grande (MS) é um deles. Adepto da dieta há cerca de um ano já terminou cerca de dez lotes e contabiliza excelentes resultados.Assista a matéria completa:

“A grande diferença no meu ponto de vista é a economia de mão de obra porque, o milho grão inteiro gera uma mão de obra bem menor do que o confinamento convencional. Uma maneira fácil de você explicar a economia de mão de obra é pela quantidade que o animal come, porque nesse confinamento de grão inteiro o animal vai comer entre 8 e 10 quilos por dia e no confinamento convencional além de você ter que trabalhar com vários ingredientes você trabalha com uma média de 40 quilos/dia”, explicou Marcelo de Rosso.

O ato de se engordar bovinos utilizando grãos inteiros de milho nasceu nos Estados Unidos na década de 70 e há alguns anos vem despontando na pecuária brasileira. Consiste na utilização de 85% de milho inteiro e 15% do Engorda H grão inteiro, um núcleo concentrado mineral proteico para acabamento de animais.

“Esse núcleo contém tudo que o animal precisa e é a tecnologia que faz com que o animal consiga absorver e aproveitar esse milho pra engordar”, acrescenta o pecuarista.

A intenção é abater os animais com no máximo 24 meses, entrando no confinamento entre 15 e 17 meses. Entretanto, mais importante que a era é o peso. 

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Institucional Real H 2024 (Completo)

    Entrevista Nair Furrer Matos

    Produtores de Leite das Alagoas Visitam Grupo ACP Filhos e Netos

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!