Febre Aftosa: Imunização adequada do gado exige alguns cuidados

Confinamento | 4 de maio de 2012

Para realizar a imunização adequada de todo o rebanho, alguns cuidados são necessários:

  • Vacinar dentro do período estabelecido;
  • Adquirir vacinas em revendas autorizadas;
  • Conservar as doses em temperatura correta (de 2 a 8°C) até o momento da aplicação;
  • Aplicar a quantidade certa (5 ml) na região da tábua do pescoço com agulhas e seringas em bom estado e limpas;
  • Manejar os animais com o mínimo de estresse,  nos horários mais agradáveis do dia.

Após o término da vacinação, no dia 31 de maio, os pecuaristas têm até o dia 15 de junho para entregar a declaração nas Unidades Veterinárias Locais (UVLs) ou nos Escritórios de Atendimento à Comunidade (EACs) dos seus estados.

Os produtores que não cumprirem com as suas obrigações serão impedidos de movimentar seus animais até regularizarem a situação, terão a vacinação acompanhada e serão autuados. A segunda etapa da campanha ocorrerá de 1º a 30 de novembro.

Restrição do trânsito

A partir do dia 15 de maio, os estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, parte do Pará, Roraima, Amapá e Amazonas (exceto parte dos municípios de Lábrea e de Canutama e as cidades de Boca do Acre e Guajará) – considerados de médio e de alto risco e que não estão incluídos no inquérito soroepidemiológico para febre aftosa – sofrerão restrições para o trânsito de animais e produtos.

A divisa dos estados receberá barreiras de fiscalização e os bovídeos precisarão ser submetidos a exames sorológicos e ficar em quarentena antes de ingressarem na área sob inquérito. A medida visa reduzir possíveis riscos de introdução do vírus na área em estudo.

Fonte: MAPA

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Por que as estradas da Real H são verdes?

    Fazenda Rromy: 50% Menos Tristeza e Controle de Carrapatos com Ectrol MD

    A Revolução da Pecuária Regenerativa: O Papel Transformador da Real H

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!