Canchim

Guia de Raças: Canchim

Guia de Raças | Reprodução | 16 de julho de 2020

A raça Canchim foi criada para atender à necessidade de produzir animais de alta precocidade e rusticidade. O touro Canchim, cobrindo a campo vacas nelore e/ou aneloradas, produz novilhos precoces, cumprindo assim a finalidade para o qual foi idealizado.

Se comparado com touros de raças zebuínas, produz o mesmo número de bezerros, porém com qualidade superior, pois são mais pesados. Se comparado com os touros de raças européias, produz bezerros com o mesmo peso, porém em maior quantidade.

Na criação do Canchim foram utilizados animais da raça Charolês, por se tratar de uma raça de grande rendimento e por ser a única raça européia especializada para corte, e a apresentar condições satisfatórias de adaptação às condições naturais do Brasil Central.

Entre as raças zebuínas, a que mais contribuiu para a formação do Canchim foi a Indubrasil, contudo, foram utilizados também animais Guzerá e Nelore.

A raça Canchim foi criada para melhorar a pecuária brasileira, trazendo precocidade, sem perder rusticidade.

A junção do 3/8 Zebu e 5/8 Charolês fez do touro Canchim um touro adaptado parar as condições climáticas do Brasil, do frio ao calor tropical, touro com alta performance na monta a campo, e inclusive ideal para repasse em programas de IATF.

Touro Canchim, com alto libido, tira o melhor rendimento produtivo da vacada. Os bezerros são rústicos e precoces, ganhadores de peso, bons de carcaça e de qualidade de carne, atendendo plenamente às exigências do mercado e do consumidor.

Associação

Em 11 de novembro de 1971 foi criada a Associação Brasileira de Criadores de Bovinos da Raça Canchim (ABCBCAN), hoje, Associação Brasileira de Criadores de Canchim (ABCCAN), com sede no Parque Fernando Costa, na cidade de São Paulo.

Características

O Canchim é uma raça para produção de carne com o diferencial de ser adaptada às condições de clima, parasitas e pastagens de qualquer região do Brasil, especialmente as regiões quentes como Centro Oeste e Norte do País. Esse é o seu grande ponto forte, ser rústica e produtiva, o que viabiliza o cruzamento industrial com monta a campo em qualquer estado brasileiro.

De acordo com a ABCCAN, o tipo morfológico da raça é um animal de porte médio, forma quase cilíndrica, mais volumosa no traseiro.

A pelagem pode ser cinza, vermelha ou branca. A pele é solta, abundante e escura, com pelos curtos, densos e brilhantes;

A cabeça tem tamanho, peso, largura e comprimento médios. As orelhas são de tamanho médio, chifres ovais e olhos de cor castanha. O Focinho é enfumaçado em várias tonalidades de róseo.

Pescoço de comprimento médio. O dorso e lombo são largos, compridos, retos e amplos. Peito: largo, profundo e saliente. Umbigo médio. Os cascos têm boa base, são bem conformados, podem ser escuros, claros ou rajados.

Os novilhos precoces, fruto do cruzamento de vacas aneloradas com touros. Canchim por cobertura a pasto, poderão ser abatidos até os 18 meses se confinados após a desmama, até os 24 meses se confinados na terminação e aos 30 meses se criados exclusivamente a pasto.

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Fazenda Rromy: 50% Menos Tristeza e Controle de Carrapatos com Ectrol MD

    A Revolução da Pecuária Regenerativa: O Papel Transformador da Real H

    Nova Linha H Tech Real H | Conhecendo Alguns Produtos

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!