Homeopatia Veterinária: Como evitar resíduos no leite

Girolando | 26 de junho de 2014

1254Boa parte das fazendas leiteiras no Brasil ainda convive com o fantasma da presença de resíduos de produtos de uso veterinário – como antimicrobianos, antiparasitários e outros contaminantes – no leite. Se confirmada, coloca em risco a qualidade da produção e a lucratividade do pecuarista. Alertas sobre o problema não faltam, mas por motivos diversos ainda há quem acabe correndo esses riscos. O pior é que a proporção do problema costuma ser maior do que se imagina, pois com o resíduo de antibiótico de uma única vaca é possível contaminar um compartimento inteiro do caminhão-tanque.

As Boas Práticas Agropecuárias podem ajudar a reduzir – e bastante! – esses riscos. É sempre válido manter a farmácia bem organizada, cuidar da higiene dos animais e de quem trata deles, utilizar corretamente os produtos e dispositivos de aplicação, além de diversas outras providências. Todos os medicamentos trazem recomendações dos fabricantes sobre dosagens, período de carência quanto à coleta do leite, data de validade, assim como as orientações sobre a aplicação. Se houver dúvidas, o mais indicado é contar com um profissional capacitado.

Aliás, capacitação é um tema essencial nessa questão. Os funcionários devem receber treinamento adequado para que saibam realizar cada procedimento de maneira correta e, além disso, entendam a importância do que estão fazendo. Leia a edição de junho da Balde Branco (nº 595)  que já está nas bancas e traz muito mais sobre como evitar os resíduos do leite. ( Por João Antônio dos Santos)

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Fazenda Rromy: 50% Menos Tristeza e Controle de Carrapatos com Ectrol MD

    A Revolução da Pecuária Regenerativa: O Papel Transformador da Real H

    Nova Linha H Tech Real H | Conhecendo Alguns Produtos

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!