MS e MT com mais cabeças no cocho em 2012

Confinamento | 26 de junho de 2012

O confinamento de bovinos deverá crescer nos dois maiores estados produtores de gado de corte do País, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Segundo projeção feita pelo Imea (Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária) a partir de consulta feita a 140 confinadores, devem ser engordados no Estado este ano 929 mil animais, contra 813 mil no ano passado, crescimento de 14%. Nos últimos três anos, o confinamento no MT aumentou 57%.

Segundo Luciano Vacari, superintendente da Acrimat (Associação dos Criadores do Mato Grosso), o crescimento pode ser creditado aos efeitos da estiagem que castigou a região nos últimos dois anos e obrigou os produtores a encontrar uma nova alternativa para engordar o gado.

Já em Mato Grosso do Sul, a previsão de aumento de 19% – 500,3 mil contra 410.420 animais no ano passado é fruto de uma pesquisa de tendência de confinamento feita pelo Banco Original, do conglomerado J&F, que controla também o frigorífico JBS. Foram consultados 49 confinadores no Estado, sendo 19 clientes do banco e 29 não clientes. O levantamento também mediu a intenção dos produtores pelo tipo de confinamento: estratégico (planejado) ou especulativo (de acordo com as condições de mercado). Dos consultados, 60% estão dentro da primeira opção.

Apesar da curva ascendente na intenção de confinar, o banco não acredita num impacto sobre a cotação da arroba. “O índice de 19% não nos parece fator para que o preço despenque”, diz Daniel Pagotto, gerente regional do JBS. A Assocon – Associação Nacional dos Confinadores, por sua vez, realizou um levantamento no mês de abril junto a seus associados e estima que, nos principais Estados do circuito pecuário nacional, o crescimento será de 13%, com a terminação de 3,9 milhões de cabeças em 2012. A Assocon reúne 65 associados que detêm 71 confinamentos distribuídos nos Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Pará, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná.

Fonte: Revista DBO/SP

Revisado e alterado por Ass. Imprensa Real H

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Fazenda Rromy: 50% Menos Tristeza e Controle de Carrapatos com Ectrol MD

    A Revolução da Pecuária Regenerativa: O Papel Transformador da Real H

    Nova Linha H Tech Real H | Conhecendo Alguns Produtos

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!