Planejando a estação de monta

Planejamento da estação de monta

Sem categoria | 31 de dezembro de 2017

A estação de monta é o período estabelecido para que as fêmeas (matrizes) sejam manejadas a fim de obter o máximo de prenhezes em um curto espaço de tempo, objetivando aumentar a eficiência da reprodução bovina.

Na pecuária de corte, o planejamento adequado da estação de monta permite otimizar o serviço da fazenda através da diminuição dos manejos como, por exemplo, a concentração dos partos, das vacinações e desverminações.

No manejo extensivo de bovinos de corte, as condições climáticas podem interferir na fertilidade do rebanho. Sendo assim, no planejamento da estação de monta devemos considerar a disponibilidade de pastagens, época de nascimento dos bezerros e mão-de-obra.

É de fundamental importância a presença de um técnico que avalie sistematicamente o estado sanitário do rebanho. Assegurando que os animais estejam livres de endoparasitas e ectoparasitas e, principalmente, de doenças como: Brucelose, Campilobacteriose, Triconomose e Rinotraqueíte Infecciosa Bovina, que podem causar grandes impactos reprodutivos.

Além da avaliação da sanidade, é necessário a realização de exame clínico e andrológico dos touros. Identificar os machos inférteis. É possível a necessidade de descarte e aquisição de novos animais. Sendo que estes devem ser inseridos ao rebanho, no mínimo, quarenta dias antes da abertura da estação de monta. Esse manejo possibilitará a ambientação dos animais em casos de realização da monta natural, ou repasse com touro. Diversos estudos são desenvolvidos a fim de determinar o número ideal de fêmeas a serem colocadas com os machos. Atualmente, a relação de 20 a 30 fêmeas para um touro tem apresentado bons resultados. Porém, podemos considerar incluir animais de alto potencial reprodutivo sob maior desafio sem que haja prejuízos quanto a fertilidade. Vale a pena ressaltar que o potencial reprodutivo do touro dependerá de variáveis como: tamanho do animal, topografia, oferta de alimentos, categoria das fêmeas e, também, idade dos machos pois, touros jovens devem ser inseridos em um lote com menor número de matrizes e sem a presença de machos com idade superior devido à possibilidade de dominância.

Vigotonus é um produto homeopático da Real H destinado à reprodução bovina.Com intuito de melhorar o desempenho dos touros, a Real H desenvolveu o medicamento homeopático Vigotonus. Indicado para o tratamento da subfertilidade de machos reprodutores (touros, carneiros, bodes e cachaços). Este produto pode ser fornecido aos animais juntamente com o sal mineral, proteico ou ração. A fim de melhorar o desempenho dos machos na estação de monta ou, até mesmo, utilizar no tratamento de machos com problemas de fertilidade sob acompanhamento do Médico Veterinário.

Outro fator importante a ser avaliado é a condição das fêmeas que estarão nesse manejo. Visto que pela avaliação do primeiro cio fértil das fêmeas (puberdade), podemos identificar sua precocidade sexual e considerar a realização de dois manejos reprodutivos curtos. Um em outubro, considerado “desafio da fertilidade” onde somente as novilhas são incluídas no manejo. Prosseguido da estação de monta convencional quando as novilhas estarão entre 16 e 18 meses de idade. As fêmeas prenhes no primeiro manejo constituirão um grupo precoce, parindo fora da época comum, chegando a segunda estação de monta com melhor condição corporal e com bezerro desmamado. Existem diversas opções de manejo reprodutivo e de tecnologias da reprodução à disposição, porém, as vacas que serão emprenhadas devem apresentar bom escore de condição corporal e condição fisiológica para o exercício da função reprodutiva.

Buscando eficiência, o ideal é iniciar a estação de monta no início do período das águas. Assim, as mães terão maior aporte nutricional no terço inicial da gestação. Ou seja, Pro-Cio, produto homeopático da Real H para auxiliar o cio das vacasgrande capacidade de suprir as necessidades de desenvolvimento do bezerro no ventre no momento em que este está sob intenso desenvolvimento. Consequentemente, os nascimentos ocorrerão no próximo período das águas, possibilitando o aproveitando das condições climáticas.

Para este desafio a Real H disponibiliza o medicamento homeopático Pró-Cio. Indicado para estimular cios férteis em vacas, búfalas, éguas, jumentas, cabras, ovelhas porcas e javalinas. Pode ser utilizado em diferentes técnicas de reprodução como Monta Natural ou Controlada, Inseminação Artificial (IA), Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), Inseminação Artificial em Tempo Reduzido (IATR), Superovulação (SOB) e Transferências de Embriões (TE).

Por ser um produto homeopático, seu uso não sobrecarrega o organismo dos animais, sendo livre de período de carência. Para mais informações consulte o Departamento Técnico da Real H. Consulte sempre um Médico Veterinário.

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Real H CMR - Ao Vivo Megaleite 2024 13/06

    Bezerros de Elite Desmamando Até 10Kg Mais Pesados | Casos de Sucesso Fazenda São Vicente

    C. A. R. N. E. Acompanhe como foi a Central de Avaliação de Reprodutores Nelore na Estância IPB

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!