Saiba como se inscrever no Serviço de Controle Leiteiro da Girolando

Girolando | 8 de janeiro de 2013

Desde que foi implantado em 1989, o Serviço de Controle Leiteiro (SCL) é um programa disponível para os associados da raça Girolando. É notória a utilidade desta ferramenta dentro do rebanho, pois a mesma permite ao associado direcionar melhor seu manejo, já que com ele é possível identificar quais os animais que possuem melhor aptidão leiteira e qual regime alimentar se adequa melhor ao rebanho levando-se em consideração a relação custo-benefício.

Desta maneira, conhece-se melhor o potencial genético dos animais, garantindo uma maior valorização de mercado dos mesmos, além de alavancar o status quo de uma propriedade. Também vale lembrar que somente filhos machos de vacas participantes do SCL é que podem ser registrados na Girolando.

Para solicitar inscrição no SCL é necessário que o associado primeiramente encontre um técnico credenciado em sua região, ou próximo a ela. A listagem atualizada encontra-se na guia “Credenciamento” no menu “Controle Leiteiro” do site da Girolando (www.girolando.com.br), como também na revista O Girolando, como parte do relatório de lactações encerradas divulgadas pelo setor de controle leiteiro. É interessante salientar que somente o técnico credenciado está autorizado a realizar e enviar pesagens em nome do associado para o setor de controle leiteiro.

Após contatar o técnico e elegê-lo como o controlador oficial do rebanho, o associado deve solicitar ao mesmo que entre em contato com o Serviço de Controle Leiteiro para que seja enviado o kit de inscrição. Até aqui se ressalta que o associado não terá despesas com este material, como também pelos documentos enviados futuramente, ou ainda na consulta de informações do rebanho, salvo exceção da Girolando alterar alguma norma dentro do SCL. Logo, as despesas geradas com o controle leiteiro proveem da diária de visita do técnico credenciado e do valor da quilometragem a ser paga ao mesmo. Estes valores podem ser consultados nas tabelas de taxas e emolumentos também presentes no site.

O kit de inscrição será enviado para o endereço do controlador oficial, e, para efeito informativo, descrevem-se abaixo os componentes deste material, como também o que deve ser observado e preenchido em cada um.

Formulário de Inscrição:

Trata-se de um documento que após ser preenchido deve ser reenviado para o SCL, pois sem o mesmo não há como iniciar as atividades de controle leiteiro do rebanho. Nele deverão ser informados:

  • Dados pessoais do associado;
  • Métodos utilizados na pesagem de leite;
  • Dados pessoais do preposto (o técnico credenciado responsável pelas pesagens do rebanho);
  • Modalidade de controle leiteiro escolhida (mensal ou bimestral).

Tanto o preposto quanto o associado devem assinar este documento antes do reenvio do mesmo ao SCL.

Regulamento do Serviço de Controle Leiteiro:

Trata-se do conjunto de normas e procedimentos que regem o SCL. É importante ler o regulamento a fim de compreender melhor o controle leiteiro evitando erros que possam prejudicar as lactações dos animais anulando-as, como também das sanções e penalidades impostas em casos de fraude. Na penúltima página se encontra as tabelas com os códigos mais usados na planilha, sendo interessante trata-la como um guia de consulta rápido para se informar dados inerentes às pesagens de leite de maneira correta.

Planilhas de Pesagem de Leite:

Trata-se de um documento onde de fato serão informadas as pesagens de leite dos animais. Para cadastra-las no SCL é necessário informar:

  • Nome, número e grau de sangue do registro do animal;
  • Data de parto;
  • Eventos percebidos durante a pesagem (conforme tabela de códigos do regulamento do SCL);
  • Regime alimentar individual;
  • Valores das ordenhas (no mínimo duas totalizando 2,0 kg mínimos).

Há ainda outros procedimentos que merecem cuidados. Quando um animal tem um parto há o prazo de 05 a 70 dias para se informar a primeira pesagem, ou seja, caso a primeira pesagem do rebanho ocorra em março só entrarão animais com parto ocorrido no final de dezembro para frente (dentro dos 70 dias máximos). As datas realização das pesagens devem ser padronizadas, seguindo os critérios a seguir:

• Modalidade Mensal: As pesagens devem ocorrer dentro do intervalo de 15 a 45 dias;

• Modalidade Bimestral: As pesagens devem ocorrer dentro do intervalo de 45 a 75 dias.

Dito tudo isto, agora cabe ao associado decidir quais as melhores escolhas para o rebanho. Nota-se que a busca por constantes melhorias têm se tornado objetivo para vários ramos do agronegócio nacional. Neste cenário os melhores resultados e lucros virão para aqueles que souberem gerenciar melhor o próprio negócio. O Serviço de Controle Leiteiro pode ser uma boa opção neste processo, pois com ele se descobrirá como e em quais animais se devem investir. Lembrando que caso ainda persistam dúvidas pode-se entrar em contato para maiores esclarecimentos.

 

Jean Carlos de Oliveira
Coord. Proc. Dados do Controle Leiteiro
(34)3331-6000
joliveira@girolando.com.br

 

Fonte: Site Girolando

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Fazenda Rromy: 50% Menos Tristeza e Controle de Carrapatos com Ectrol MD

    A Revolução da Pecuária Regenerativa: O Papel Transformador da Real H

    Nova Linha H Tech Real H | Conhecendo Alguns Produtos

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!