Sem riscos nem resíduos

Girolando | 21 de novembro de 2014

dia da homeopatia 2014No dia da Homeopatia, comemorado hoje, 21 de novembro, confira matéria sobre o tema, produzida pela jornalista Mônica Costa e publicada na edição deste mês de novembro na revista AgroRevenda.

Homeopatia veterinária ganha cada vez mais adeptos no Brasil.

A Homeopatia Veterinária tem como premissa restabelecer a saúde dos animais por meio de medicamentos naturais diluídos em água e álcool, que não causem efeitos colaterais. Esta é uma modalidade da medicina natural que utiliza substâncias ativas em doses infinitesimais (extremamente pequenas) que estimulam o sistema imunológico.

A comprovação da eficiência, aliada as exigências de um mercado consumidor que preza, cada vez mais, por produtos sem resíduos, tem aumentado o número de adeptos da homeopatia veterinária no Brasil, tanto para os animais de produção, quanto para os de companhia. “O Brasil já está entre os países que mais utiliza a técnica no mundo”, afirma o veterinário Marcelo Renck Real, especialista em Homeopatia e diretor comercial da Real H Nutrição e Saúde Animal.

A campainha que se destaca no segmento de tratamentos homeopáticos, atua nos mercados brasileiro e paraguaio, onde os produtos são aplicados em mais de 15 milhões de cabeças. “A bovinocultura de corte e leite, é o segmento que mais tem apostado na Homeopatia, pois, além dos benefícios e da ausência de resíduos, a aplicação dos produtos é muito fácil, basta adiciona-los aos suplementos minerais, proteicos ou nas rações, o que facilita a administração dos produtos e reduz o trabalho, manejo e os custos de produção”, diz Real.

Atualmente a Real H dispõe de um portfolio com mais de 80 produtos para os mais importantes problemas que acometem os animais de produção e campainha.

Toda a linha é distribuída através de revendas agrícolas, cooperativas, clínicas veterinárias e pet shops. “Temos uma equipe de profissionais especializada em treinar os funcionários dos parceiros comerciais, bem como realizar visitas e atendimentos in loco as propriedades rurais, o que assegura os bons resultados e a satisfação dos clientes e parceiros”, diz.

cocho ISem resíduos

A redução na necessidade de manejo para aplicação de produtos químicos quer sejam eles, injetáveis, pour on, ou banhos por aspersão, diminui o estresse a que são submetidos os animais com estas aplicações. Como resultado prático há aumento da produção e da lucratividade do sistema como um todo. “Como consequência da redução do manejo, temos um menor risco de contaminação ambiental e maior segurança para os funcionários que aplicam os produtos”, completa Real.

A ausência de resíduos é uma grande vantagem no uso da terapia na pecuária leiteira. “Os recursos alopáticos existentes para o controle dos ectoparasitas, principalmente o carrapato, e para prevenir e tratar mastites exigem doses cada vez maiores e o risco da presença do produto no leite torna-se cada vez maior”, continua o executivo.

“Quando praticado sobre as orientações adequadas, o tratamento é capaz de fazer grandes mudanças com ótimos resultados”, aponta a médica-veterinária Barbara Goloubeff, fundadora da associação Médica Veterinária Homeopática Brasileira (AMHB) e presidente da entidade no Biênio 2011/2012. A especialista, que trabalha com medicina veterinária há 25 anos, explica que a medicação homeopática não tem período de carência para o consumo dos produtos de origem animal por isso seu uso é permito na produção orgânica de alimentos. “Percebemos que tem aviso aumento do interesse por parte dos criadores, muitas vezes estimulados pela demanda de consumidores que passam a se preocupar com sua saúde e com o alimento que consomem”, afirma.

A Homeopatia estimula o sistema imunológico do organismo e, então, o animal sob influência homeopática pode se restabelecer e curar. A princípio, a Homeopatia pode ser utilizada para tratar qualquer tipo de problema de saúde dos bichinhos, e pode ser usada em qualquer animal, desde pequenos pets até grandes animais como cavalos e grandes felinos.

Homeopatia em Grupo

A Homeopatia Populacional, desenvolvida em 1987 pelo veterinário Claudio Martins Real, fundador da Real H, permitiu o uso da tecnologia em rebanhos. Este método não visa apenas curar os animais, mas tem por objetivo estimular a capacidade de defesa aos agentes agressores, sejam eles infecciosos ou parasitários. “Assim a Homeopatia Populacional previne e estimula a capacidade de produção dos animais, resultando em um rebanho mais saudável e produtivo”, completa o diretor da Real H. O método revolucionou o uso da Homeopatia, cujo conceito está baseado na aplicação individual, conforme criada pelo médico alemão Samuel Hanemann.

_DSC0096Ferramenta Oficial

No Brasil a Homeopatia Veterinária foi oficializada em março de 1995 pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária, que passou a dispor do registro de título de especialista no âmbito dos conselhos regionais.

Na maioria dos estados brasileiros as clínicas de pequenos animais (cães e gatos) já oferecem atendimento homeopático. No campo principalmente nas fazendas cerificadas para produção orgânica, utilizam amplamente os medicamentos homeopáticos e muitos zoológicos já adotam a homeopatia como recurso terapêutico. A disciplina da Homeopatia Veterinária é oferecida nos cursos de graduação em Medicina Veterinária na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e na Universidade de São Paulo (USP), no campus da capital.

O curso de pós-graduação em Homeopatia Veterinária mais antigo do Brasil é o do Instituto Hahnemanniano do Brasil (IHB). Este Instituto foi fundado em 1859 e já formou vários profissionais da homeopatia brasileira.

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Por que as estradas da Real H são verdes?

    Fazenda Rromy: 50% Menos Tristeza e Controle de Carrapatos com Ectrol MD

    A Revolução da Pecuária Regenerativa: O Papel Transformador da Real H

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!