TREPA-TREPA EM CORDEIROS

Controlando o Trepa-trepa (Sodomia) Em Cordeiros

Casos de Sucesso | Confinamento | Pecuária de Corte | 27 de março de 2023

Controlando o trepa-trepa em cordeiros: Casos de Sucesso Cabanha Guarantan

É provável que você criador de ovinos já fez as contas de quanto a sodomia pode estar lhe causando de prejuízos.
Imagine perder de 10 a 15 cordeiros por mês por conta do desvio de comportamento.

Saiba que com o Sodo 100 a solução é simples e eficaz. Além de controlar a sodomia ainda ajuda a diminuir dias de confinamento.

Na belíssima região de São Manuel, São Paulo, nossa equipe visitou a Cabanha Guarantan, onde a utilização do Sodo 100 ajudou a resolver o problema da sodomia na engorda de cordeiros. Inclusive, a gente vai mostrar em números como vale a pena utilizar esse medicamento Real H.

O desvio de comportamento, também conhecido como trepa-trepa ou monta-monta, pode estar associado a condições de estresse e ter desdobramentos graves para a produção. Em consequência da monta, animais podem morrer e, em uma grande escala, os prejuízos podem comprometer boa parte dos lucros do produtor.

Cabanha Guarantan, São Manuel, SP

Cabanha Guarantan, São Manuel, SP

3 Mil Cordeiros

Churrasco com Carne de Cordeiro

Churrasco com Carne de Cordeiro

Na Guarantan, por exemplo, são 3 mil cordeiros, ao todo. A engorda é comandada pelo experiente gerente Marcio Sarat. A fim de atender grande e famosas marcas de carne no estado de São Paulo, são disponibilizando cerca de 1.100 animais por mês. Certamente, quanto maior o criatório, maiores são os desafios.

“Um dos maiores desafios nossos no confinamento é a questão da sodomia. Como a gente compra animais de vários estados, então vem animais castrados e animais inteiros”, explica o gerente.

Resultados do Sodo 100

Marcio Saratt, Gerente Cabanha Guarantan

Marcio Saratt, Gerente Cabanha Guarantan

Marcio explica que a mortalidade de cordeiros caiu pela metade de, aproximadamente 30 animais por mês para apenas 15 animais, mesmo se tratando de um grande criatório. E ainda, o tempo para o abate foi reduzido em 15, e, em alguns casos até 18 dias.

“Além de controlar a sodomia (trepa-trepa em cordeiros) a gente diminuiu dias no confinamento. Num experimento que a gente fez, para começar a usar o produto, a gente diminuiu 18 dias no confinamento: de 60 dias confinado os animais ficaram 42 dias confinados e saíram com o peso pronto para o abate. Não tivemos perda por mortalidade e diminuiu o período de dias confinados. Com isso há um lucro maior. Para a gente que trabalha com 1.100 animal mês no frigorífico (o total de animai confinados são 3 mil cordeiros). Então isso repercute, no final do ano, num lucro considerado para fazenda. A gente trabalha hoje com 1.1% de taxa de mortalidade no confinamento. Depois que começamos a usar o Sodo 100, nós diminuímos isso para 0,5%. Então é uma taxa considerável, ela diminuiu bem e a gente consegue um lucro maior”, acrescenta Marcio.

O Professor Doutor Claudio Martins Real, presidente e fundador da Real H, acrescenta ainda dados sobre o medicamento. “O Sodo 100 é um produto criado para reduzir a sodomia, ou, fazê-la desaparecer nos confinamentos, quando são confinados animais inteiros. Então ele é um produto que vai ‘frear’ o centro sexual”, explica o professor.
Marcio percebeu que os animais ficaram mais tranquilos no confinamento, sem o “trepa-trepa”. Com isso eles engordam mais e, no final do ciclo de 60 dia confinados, o lucro da fazenda foi maior.

Aumentando os Lucros

“Um cordeiro hoje é em torno de R$ 670 reais. Você imagina perder 10, até 15 cordeiros por mês. São mais de 6 mil reais de taxa de mortalidade. Então usando o produto a gente tem um lucro maior no confinamento também”, explica, Marcio.

Igualmente, quem também esteve conosco durante a visita à Cabanha Guarantan foi o diretor de operações da SocelVet, parceira comercial da Real H na Região. Geraldo Sanches, que também é médico veterinário, fala sobre a satisfação de poder apresentar pela primeira vez, na sua região de atuação, resultados do Sodo 100 em ovinos, o que não é muito comum.

“A gente faz isso já em grandes confinamentos e bovinos e mostra para eles o resultado. E quem usa o manejo correto, com protocolo certo, com uma equipe bem treinada, a conta fecha no final do mês e sobra”, comenta o empresário.

Controlando o Trepa-Trepa em Cordeiros na Cabanha Guarantan: Assista Ao Caso de Sucesso

COMENTÁRIOS

Mande sua dúvida!

    PECUÁRIA FORTE TV

    Por que as estradas da Real H são verdes?

    Fazenda Rromy: 50% Menos Tristeza e Controle de Carrapatos com Ectrol MD

    A Revolução da Pecuária Regenerativa: O Papel Transformador da Real H

    MAIS PROGRAMAS
    Estamos a disposição!